Rotas Acessíveis

Além do Pelourinho, com a rota de ida e volta do Terreiro de Jesus ao Largo do Pelourinho, via ruas Gregório de Matos e Alfredo de Brito, que já está pronto, o projeto de acessibilidade do Centro Antigo também prevê a implantação de rotas acessíveis na Rua Chile, Baixa do Sapateiro e Santo Antônio Além do Carmo, que devem ficar prontas até a Copa do Mundo, em 2014. Para facilitar a locomoção de portadores de necessidades especiais, essas localidades vão contar com calçadas mais largas, rampas de acesso a equipamentos turísticos, monumentos e piso tátil.

No perímetro da Arena Fonte Nova, algumas rotas estão sendo criadas, a exemplo das que vão ligar o Porto de Salvador e a região do Vale dos Barris (arredores do estacionamento São Raimundo) à Arena Fonte Nova. As vias já estão prontas em locais como a Avenida Estados Unidos e no trecho entre o Mercado Modelo e Terminal Náutico, todos no bairro do Comércio.

Já no bairro de Nazaré, estão prontos os intervalos entre a Travessa Professor Antônio Borja e a Rua Santa Clara e a Praça do Campo da Pólvora e a sede do Ministério Público, na Avenida Joana Angélica. Essas vias integram a rota que liga o Vale dos Barris e ao estádio.

Também estão sendo desenvolvidos projetos de acessibilidade no bairro de Brotas, que já tem pronta a rota acessível na Rua Frederico Costa, incluindo a estação do metrô até a Ladeira do Pepino. Ao todo, quatro rotas acessíveis devem estar prontas até a Copa do Mundo.

A maior parte dessas rotas acessíveis vai incluir piso tátil direcional e de alerta, faixa elevada para travessia de rua, rampas de acesso, pavimentação e alargamento dos passeios, que terão 1,5 metro para a circulação de pessoas e apenas 75 centímetros para implantação de postes, lixeiras, telefones e outros equipamentos públicos.

A Arena Fonte Nova também cumpre o quesito acessibilidade e oferece piso tátil, rampas de acesso, informação em braile em todos os banheiros e elevadores, e espaço reservado para portadores de necessidades especiais e acompanhantes. Todos os elevadores da arena são adaptados, e 24 dos 94 banheiros do estádio também. A acessibilidade se estende às áreas Vips da Arena Fonte Nova.